((( Quem mexeu no meu iPod?)))
Quem Mexeu no Meu iPod?






9.5.08

Madonna - Hard Candy

Share

A Rapadura - Madonna é doce, mas não é mole não!



Chega aos mercados formais o novo cd do maior ícone da música pop. Madonna as vésperas de completar 50 anos e depois do sucesso de crítica e público de seu último álbum “Confessions on a Dance Floor”, anunciava que iria trabalhar com nomes da música Black comercial americana. Muito se especulou, muitas vozes já “gongavam”, muito antes dele sequer vazar. Cogitava-se que Madonna havia se tornado um simulacro de si mesma, que soaria cansativa e que seria dominada pelos “Top” Produtores.

Assim que ouvimos 4 minutes, confesso que nós aqui do iPod ficamos bastante preocupados. Porém assim que a “versão álbum” em boa qualidade vazou, concluímos: isso soa Madonna. A partir desta faixa começamos a entender de fato o que era Hardy Candy.

O mais comercial trabalho de Madonna desde True Blue (86), a artista pop sempre inventiva quer fazer as pazes com o mercado fonográfico americano, no qual vem tendo uma relação meio espinhosa desde Erótica (92). O mais assustador de fato foram as críticas, que rolam por ai. A “Revista Época” afirma que: "'She´s not me' é um recado de Madonna às aspirantes". Mais equivocado ainda é a Folha de São Paulo, que diz que "Madonna se perdeu na modernidade". Hard candy pode ser qualquer coisa, menos ter a pretensão de ser moderno! E ainda afirmam que os sintetizadores 80tentistas de “Incredible” lembram sons de cascavel. (afff) A Lista de equívocos é longa. OS ite EP que nunca consegue definir qualquer coisa, além de: “absurdinho”,“rebolativo” ou “xoxo”, não é diferente nesse caso.

A pergunta é: A critica brasileira não consegue analisar um álbum fácil como o da Madonna, vai analisar o que?
(Nós aqui do Ipod, não somos jornalistas e sofremos do mal da Alzira é só não fazer uns sons repetitivos, que a gente já sobe no “queijinho”).

Hard Candy é fácil, simples e pop. “Candy Shop” abre com respeito, batidas bem sincopadas e versos acertados nos anima, para o que vem a seguir. “4 Minutes” é o Épico –Hino dançante, feito sob medida para conquistar grandes platéias. A letra engajada soa enjoativa, mas os beats fáceis de Timbaland, salvam.

Permeada em todos os fãs o medo de que Madonna virasse uma popozuda à moda J-lo, mas “Give it 2 me”, prova que não, pois é a uma das faixas mais legais e dançantes e que reverbera completamente Madonna. E pasmem aquela Madonna Oitentista da primeira metade dos anos 80. “Heartbeat” é Ok, dançante e fala basicamente que se a música toca, você deve seguir a batida do coração e dançar junto. Com uma sonoridade funk 70 é bem agradável. “Miles Away” mostra que Madonna aprendeu a fazer balada para os anos 2000. Simples, romântica, pouco melosa fala sobre amores expressos e distantes, com um “so far away” pegajoso, você vai acabar cantando junto.

“She´s not me”e “Incredible” são a comprovação de que este trabalho não é diferente dos outros, no que se refere ao poder de decisão da Diva. São tão chatas e dejàvus na temática e na sonoridade, que dizemos ser o típico erro “madonico”. “She’snot me” até passa, com o tempo você vai se acostumando, já que é pegajosa etenta esquecer a bobagem da letra, mas “Incredible” é vergonhoso algo assim entre Nobody’ s perfect / Words / Can’t Stop deu para catar o fundamento? Enfim, “Beats Goes on”, bem melhor do que a versão demo vazada meses atrás é deliciosamente funk e hedonista ao lado de “Give it 2 me” os grandes momentosdo álbum!

“Dance 2nigh’t” é gostosinha, Madonna sempre faz uma música despretensiosa e dançante (Don’tStop, Bye Bye Baby, Impressive Instant). “Spanish Lesson” é outro momento vergonha com Madonna fazendo a étnica (Isaac, Shanti) deve haver quem goste disso, nós achamos desnecessário.
As duas próximas faixas são classudas, com letras mais razoáveis, talvez seja nessas que Madonna assegure a tese de que suas letras são mais contraditórias e densas que no passado. “Devil wouldn’t recognize you” e “Voices” fecha um dos álbuns mais especulados da Diva, que mostra sinais de cansaço, mas não deixa de nos entregar faixas descompromissadas, urgentes, fáceis, competentes e dançantes.

Baixe Hard Candy ao lado
Nota:
e meio


****************************************

Not related:

Baixe aqui o álbum The Gossip - Live in Liverpool (maravilhoso).
Tomara que eles venham para o Tim Festival !
(Estamos em busca do DVD do show ;))



Bom findie !

4 comentários :

luan disse...

um álbum fácil para um publico fácil...mas com grandes pretensões..esse é hard candy...bom para dançar mas longe de entrar para o meu hall da madonna,mais propicio para um momento hedonista passageiro em alguma boate..

Luigi disse...

Adorei esse texto! A melhor crítica do Hard Candy que eu li!

Pedro disse...

Gostei muito da crítica. Ainda pensamos em sintonia no que se trata de Madonna.

fernanda disse...

Concordo com todos, excelente crítica.