((( Quem mexeu no meu iPod?)))
Quem Mexeu no Meu iPod?






29.1.08

Fezes and the City

Share


By Guto Pontes

Segundo revista de Moda, fazer a Chuca é ato saudável e Hype.
Uma vez ao mês tenho meu momento Carrie Bradshaw e saio de casa me sentindo a pessoa mais hipe do dia. Vou até alguma banca da Av.Paulista e compro uma das mais relevantes publicações “Vogue”. Não é somente o ato da compra, mas sim todo o ritual e passar na Starbucks e comprar o Frappuccino e descer para casa com ele em uma mão e a revista na outra. Primeiro momento de revolta é em constatar que a revista tem somente 178 paginas e ainda por cima dedicada totalmente a moda praia, me sinto em uma conversa de estudantes de moda chatos em uma tarde na praia de Copacabana. Segunda e mais revoltante foi o artigo com chamada de capa “Vida nova”, como Brad, Demi e Madonna “limpam” o corpo dos excessos pós-festas.
Como qualquer pessoa normal, eu lógico que enfiei o pé na jaca e consumi tudo que podia na virada, então a curiosidade gritou e fui procurar o tal. O artigo começa superbonitinho falando da barriguinha, do regime com frutas e o terror de colocar a biquíni, já no segundo parágrafo descubro que o novo hit do verão é a colonterapia, ou seja, nossa grande amiga CHUCA. Minha primeira reação foi fazer cara de gnomo e continuar lendo, nossa amiga responsável pelo artigo conta que não acreditava no método e resolver testar, ela conta sua experiência e que ao final do “tratamento” sua barriga encolheu, sua dor de cabeça sumiu e que seu astral foi às alturas. Não sei se é a idéia de fazer a chuca ou de popularizá-la que me deixa incomodado... Imaginar seu artista favorito deitado em uma cama com um tubo atado ao seu(vocês sabem onde) e depois colocando tudo e mais um pouco para fora me deixa um pouco perturbado. Especialistas afirmam que o tratamento é realmente eficaz, que melhora a pele e o cabelo, o procedimento é simples e asséptico o aparelho apenas lança jatos e água que removem os detritos que se acumulam na parede do intestino.
Tenho amigos adeptos ao procedimento e que acham o mesmo extremamente necessário, mas por outros motivos. Cheguei até ouvir o caso da chuca portátil em que a pessoa carregava consigo uma embalagem de um conhecido desodorante com água dentro em caso de alguma emergência. Totalmente aceitável se encararmos o verdadeiro motivo do procedimento, mas essa historia e comer feito um porco e depois “banhar-se” com a desculpa de curar dor de cabeça, acho meio estranho. Acho que a moral da historia é a seguinte, “passarinho que come pedra, sabe o Cu que tem”.

4 comentários :

Joe disse...

ADOREI A MATÉRIA! NO FUNDO, NO FUNDO TEM MUITO A VER COM O DIA-A-DIA DAS PESSOAS FAMOSAS E ANÔNIMAS TAMBÉM...QUE ENGRAÇADO... NÃO TINHA PENSADO NISSO! SERÁ QUE MEU ÍDOLO FAZ A CHUCA??? UIIIIIIIII....
PARABÉNS, AUGUSTO!!!

MARCELLO disse...

PASSADO...ESTÃO POPULARIZANDO A CHUCA...AIII...É BOM...SERÁ QUE EMAGRECE?....TENHO DE SAIR TO INDO AO BANHEIRO...BEIJOSSSS

JUNIOR disse...

GOSTEI DA MATÉRIA GUTO. BEM PELO QUE VEJO FALAR TB, É UM MÉTODO EFICAZ PRA OUTROS ASSUNTOS....RS
É DIFICIL IMAGINAR MEU ARTISTA FAZENDO A CHUCA...RS
VEM CÁ...PERDE A BARRIGUINHA MESMO?
BJOS

karen cunha disse...

HAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHA! Nem tenho o que dizer, não consigo parar de rir