Quem Mexeu no Meu iPod?






22.12.10

Os Melhores Filmes de 2010 por John Waters

Share

Relembre os melhores de 2008 e 2009!



10 Mesrine (Parte 1 e 2) (Jean-François Richet) Mais quatro horas e meia sobre outro criminoso herói e garanhão do folclore francês. Quem é mais mau? Mais macho? Mais bonito pelado? Carlos ou Jacques Mesrine? Por que não uma sequência combinada de 10 horas meio “Freddy vs. Jason” sobre os dois? Em Sensurround, s’il vous plaît. Trailer

9
Carlos (Olivier Assayas) Eu amei as cinco horas desse hino francês que celebra o revolucionário que virou mercenário, Carlos, o Chacal. Ele é tão sexy que até mesmo as terroristas militantes esquerdistas alemãs dão mole para ele e seus próprios reféns pedem por seu autógrafo. Trailer

8 Dente Canino (Yorgos Lanthimos) Se seus pais te criaram na infância sem nunca ter deixado você sair de casa e ensinaram que “lá fora” significa entrar no porta-malas do carro da família e trancar você lá, você teria algum problema mental? Hilário, original e muito constrangedor, do jeito que os filmes deveriam ser.
Trailer

7 A Vida Durante a Guerra (Todd Solondz) Paul Reubens (sem vestígios de Pee-Wee) é um fantasma suicida que continua miserável, e Charlotte Rampling faz uma ninfomaniaca de hotel amarga que odeia a si mesma. As duas performances vão partir seu coração. Trailer


6
Jackass 3D (Jeff Tremaine) Um filme escatológico, gay, sado/maso incrivelmente aceito pela classe média americana. Não seria Steve-O bebendo um copo de suor coletado do cofrinho de um obeso e então vomitando em você em 3D o momento mais puro do cinema anárquico deste ano? Trailer

5
Joan Rivers: A Piece of Work (Ricki Stern and Annie Sundberg) Bote “privilégio de acesso” nisso! Você é louca, Joan?! Se o judeus confessassem , este filme seria um sacramento! Trailer


4
Ricky (François Ozon) Um ótimo filme de efeitos especiais, apesar que há somente um efeito: um bebê voador. Se David Lynch e David Cronenberg tivessem transado e um deles magicamente tivesse engravidado, esse filme seria a prole deles. Trailer

3 Enterrado Vivo (Rodrigo Cortés) O filme para encontros mais excruciantemente doloroso já imaginável se completa com um final bem esperto para se sentir mal. Assista com alguém que você odeie.
Trailer

2 Enter the Void (Gaspar Noé) O melhor filme de todos os tempos sobre consumo de drogas alucinógenas. Créditos iniciais induzindo um seqüestro, cinematografia que parece ter sido filmada por um Gerhard Richter – influente piloto kamikaze – até mesmo ponto de vista de uma vagina! Gaspar, obrigado. Você é meu queridinho.
Trailer

1 Domain (Patric Chiha) Meu filme favorito do ano. Uma tia alcoólatra quarentona (interpretada por Béatrice Dalle – a própria “Betty Blue”) e seu sobrinho adolescente meio gay formam uma relação perversamente íntima a partir de caminhadas juntos. Muitas caminhadas! Tantas caminhadas que você vai ficar sem fôlego pela elegância íngreme desse surpreendente pequeno exercício.
Trailer

Nenhum comentário :