Quem Mexeu no Meu iPod?






24.5.10

Massive Attack - Psyche Video

Share

Mais um vídeo para o álbum Heligoland (download ao lado). Dessa vez é a maravilhosa Psyche com Martina Topley-Bird. No clipe, uma garota ruiva dubla a música, cercada por fantasmas de lençóis brancos e olhos recortados, enquanto vaga por uma cidade aparentemente deserta. Seria essa menina o feto de Teardrop, 12 anos depois?



Segunda versão:

20.5.10

Goldfrapp - Alive Video

Share

Não tinha como "Alive" não ter nenhuma referência dos anos 80: sempre que ouço a música imagino uma pista de patinação no gelo (ou de salão) com um figurino de ginástica televisiva. Alison Goldfrapp faz a Olivia Newton-John, malhando com vampiros satanistas. Presas e sangue colorido abaixo:



Baixe o álbum Head First ao lado!

13.5.10

M.I.A. - Born Free Video

Share

Quem ainda não viu o "polêmico" e violento clipe de "Born Free", novo trabalho de M.I.A., feito pelo cineasta Romain Gravas - que dirigiu o também violento e excelente "Stress" para a dupla francesa Justice ?

Hoje na Folha Ilustrada saiu uma entrevista com o diretor, o que me incentivou a postar o tão comentado vídeo.



Ainda prefiro o primeiro vídeo dessa série "violenta". Primeiro que não agrega nada a música mais ou menos de M.I.A. e outra, nesse segundo clipe, o que estraga é dar uma razão à violência. Em "Stress", os jovens simplesmente eram extremamente violentos, agrediam as pessoas e destruíam propriedades, sem explicação. Acredito que tentar dar um significado para ser violento é tentar ser provocador e polêmico (ainda mais gratuito que ser violento por nenhum motivo). Ainda que a violência de "Stress" tenha uma razão (os conflitos étnicos na França),"Born Free" parece criar uma irônica perseguição aos ruivos (repetição de argumento) por soldados americanos e parece ter sido dirigido por Eric Cartman (preconceituoso personagem da série South Park). Mas não é um clipe ruim, no final das contas, como disse Gravas, "Seria um desperdício total se eu tivesse me prostituído dirigindo videoclipes para a Lady Gaga."

O clipe de "Born Free" foi inspirado num filme a ser lançado pelo diretor: Redheads, que conta a história de dois jovens ruivos que odeiam tudo e todos e fogem para a Irlanda para criarem um país novo.

A violência de Romain Gravas vem do berço. O diretor é filho de Costa-Gravas (Estado de Sítio, 1973), cineasta conhecido por seus filmes extremos e políticos.

7.5.10

Trailer: The Killer Inside Me

Share



Um xerife de uma pequena cidade do Texas (Casey Affleck) acima de qualquer suspeita é lentamente desmascarado como um psicopata assassino. Ainda com Kate Hudson e Jessica Alba no elenco. Dirigido por Michael Winterbottom (24 Hour Party People) é baseado no romance homônimo escrito por Jim Thompson em 1952. O filme tem previsão de estreia nos EUA em 18 de junho de 2010.

Chemical Brothers - Swoon Video

Share



Swoon, nova faixa disponibilizada do novo álbum Further que sai dia 14 de junho. Clipe dirigido pela dupla Adam Smith e Marcus Lyall, que também cuidam das imagens dos shows do Chemical Brothers. Swoon é uma viagem suave e melódica com synth. O lançamento anterior foi Escape Velocity.

We Have Band - WHB

Share

WHB é o debut da banda We Have Band, recheado de vocais empostados, sintetizadores retos e grave passeando pelas baixas, vez ou outra um coralzinho nos backing vocals, não tem como não ser conquistado por essa banda divertida e com músicas bem acabadas. O grupo musical tem conseguido bastante atenção no Reino Unido, baixe nos comentários e confira:

3.5.10

O que tem nesse baú: L.H.O.O.Q.

Share

Banda de Trip Hop e Pop islandes muito bem executado, já foi até comparado com Portishead. O nome Lhooq é uma gíria francesa que se assemelha, quando lido, a Elle a chaud au cul que, traduzido fica: "Ela tem fogo no cu". Além é também o nome de um ready-made de Marchel Duchamp realizado em 1919.
Membros: Jóhann Jóhannsson (teclados e sintetizadores), Pétur Hallgrímsson (guitarra), Sara Guðmundsdóttir (vocal). Download nos comentários ;)


Lhooq (1998)
#oquetemnessebau